Alumni MLGTS | English Version
home | equipa | sócios | gonçalo mendes da maia

Gonçalo Mendes da Maia

Gonçalo Mendes da Maia integra a Sociedade desde 2014 como sócio contratado. Assume igualmente a coordenação local da rede MLGTS Legal Circle na Ásia, com especial enfoque na República Popular da China.

É sócio fundador da MdME | Lawyers | Private Notary, um dos escritórios líderes de mercado em Macau e o membro da rede MLGTS Legal Circle nesta jurisdição. É um dos mais destacados advogados macaenses e tem experiência significativa em alguns dos maiores financiamentos, projetos, concursos e aquisições efetuados na região.

Na área de bancário e financeiro, tem experiência em reestruturações de dívida, empréstimos obrigacionistas e outras estruturas de financiamento complexas. Assessorou clientes nos projetos de maior relevo em Macau na área de construção e infraestruturas, nomeadamente as obras de construção do aeroporto, o Metro Ligeiro de Macau, a Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, as centrais de incineração de resíduos, de tratamento de águas e de águas residuais, projetos de habitação pública, construção de casinos, hotéis, e de edifícios residenciais e de escritórios, no âmbito dos quais assistiu proprietários, empreiteiros e prestadores de serviços em todos os assuntos jurídicos relacionados com os respetivos projetos.

Atuou também como representante das partes e especialista em direito macaense em processos de arbitragem em Hong Kong e Macau.

Tem vasta experiência em alguns dos maiores projetos e aquisições imobiliárias, incluindo o financiamento e estruturação de grandes projetos imobiliários em Macau, onde assessorou ainda várias
empresas imobiliárias e fundos em aquisições em Macau.

 

Áreas de Atividade

Bancário e Financeiro (Project Finance/Parcerias Público-Privadas), Imobiliário, Urbanismo e Ambiente.

Formação Académica

Licenciatura em Direito (Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 2001).

Associações Profissionais

Ordem dos Advogados Portuguesa (inscrito desde 2003). Associação dos Advogados de Macau (2004).

Línguas

Portugês e Inglês.

Notícias »

Imprensa »

LEXMUNDI