M L

Rui Patrício

Sócio

Rui Patrício colabora com a Morais Leitão desde 1994, sendo sócio desde 2005. É Presidente da Mesa da Assembleia Geral da sociedade e foi membro do Conselho de Administração de 2008 a 2021. Coordena o departamento de criminal, contraordenacional e compliance.

É um dos advogados da Sociedade com maior experiência em contencioso, tendo desenvolvido mais recentemente a área do contencioso criminal e contraordenacional. Apresenta ainda extensa atividade em compliance, integridade, investigação, contencioso civil e, esporadicamente, em arbitragem nacional.

O desenvolvimento da área criminal, contraordenacional e de compliance na Morais Leitão tem sido acompanhado pela carreira universitária e docente. No meio académico, entre 1994 e 2006, lecionou na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (disciplinas da área civil e, sobretudo, da área criminal) e, entre 2007 e 2013, na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, como Professor Convidado, à qual regressou também como Professor Convidado em 2020. 

Participa recorrentemente em seminários e conferências, lecionando também em mestrados e pós-graduações, predominantemente sobre temática penal, processual penal e contraordenacional.

Tem obra publicada sobre temas jurídicos e de justiça, sendo colaborador de diversos órgãos de comunicação social. Foi subdiretor da Revista da Ordem dos Advogados de 2018 a dezembro de 2019.

Rui Patrício foi membro do Conselho Superior de Magistratura entre maio de 2009 e novembro de 2011 e membro do Conselho de Prevenção da Corrupção entre abril de 2017 e janeiro de 2020. Atualmente, é membro do Conselho de Administração da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Coleção Berardo, por nomeação do Ministério da Cultura, desde setembro de 2019 e membro da direção executiva do Observatório Português de Compliance e Regulatório (OPCR). É ainda cocoordenador do BeNAC - Barómetro da Aplicação da Estratégia Nacional Anticorrupção (Observatório Permanente da Justiça – Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra), desde maio de 2021.

É cocoordenador do Instituto Miguel Galvão Teles desde a sua criação em 2016.
 
Formação Académica

Licenciatura em Direito (Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 1994). Mestrado em Ciências Jurídico-Criminais (Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, 1999).

Línguas

Português e Inglês.

Associações

Ordem dos Advogados (inscrito desde 1996). European Criminal Bar Association. Associação Portuguesa de Arbitragem. Fórum Penal.

Contacto

Quer entrar em contacto com algum dos nossos advogados?

Clique Aqui
Please note, your browser is out of date.
For a good browsing experience we recommend using the latest version of Chrome, Firefox, Safari, Opera or Internet Explorer.